Saneago vai integrar sistemas de água Meia Ponte e Mauro Borges

A Companhia de Saneamento de Goiás – Saneago – vai executar a integração dos dois principais sistemas de abastecimento de água da Região Metropolitana de Goiânia, por meio de uma adutora, que interligará a Estação de Tratamento de Água do Sistema Produtor Mauro Borges, que entrou em operação em setembro de 2017, à Estação de Tratamento do Sistema Produtor Meia Ponte.

O objetivo é garantir o abastecimento da Grande Goiânia durante o próximo período de estiagem, mesmo se houver redução na vazão do Rio Meia Ponte, como ocorreu este ano. O processo de transposição entre as duas estações será feito através de uma adutora que terá 13 quilômetros de extensão, 700 milímetros de diâmetro e capacidade de vazão de até mil litros por segundo.

O presidente da Saneago, Jalles Fontoura, explicou que o Reservatório João Leite tem água em abundância e a integração das duas bacias flexibilizará o abastecimento. “Se no ano que vem houver alguma queda de vazão inesperada, como aconteceu este ano, nós teremos a solução. Nossa meta é evitar o desabastecimento em 2018”, declarou.

Ainda de acordo com Jalles, o projeto será realizado a partir da experiência de transposição feita em Anápolis, do Rio Capivari para o Rio Piancó. “A engenharia da Saneago está debruçada de forma muito intensa na otimização da água tratada no eixo Meia Ponte e João Leite, que somados abastecem completamente a Grande Goiânia”, afirmou Jalles Fontoura. Uma das obras que vai receber parte dos recursos, ajudando neste processo de otimização, é o “Linhão”, trecho Norte, composto de adutoras, reservatórios, elevatórias, redes de distribuição e ligações.

Fonte:GoiásAgora

Be the first to comment

Leave a Reply

Seu e-mail não será divulgado


*


%d blogueiros gostam disto: