Reuters ganha prémios Pulitzer para reportagem internacional e Breaking Fotografia Notícias

Hamida, refugiada rohingya, como bebê de 40 dias que faleceu em naufrágio na costa de Shah Porir Dwip, Teknaf, Bangladesh 14/9/2017 REUTERS/Mohammad Ponir Hossain

NOVA YORK, 15 de abril de 2019 – / PRNewswire / –   Reuters, a maior do mundo provedor de notícias multimídia, hoje foi premiado com dois prêmios Pulitzer 2019 na Universidade de Columbia. Isto marca o segundo ano consecutivo em que a Reuters recebeu dois prêmios Pulitzer.

Reuters jornalistas Wa solitário, Kyaw Soe Oo e seus colegas foram reconhecidos como co-vencedores, juntamente com a Associate Press, na categoria Relatório Internacional, por sua série de investigações sobre a expulsão em massa do Rohingya de Mianmar. Wa Lone e Kyaw Soe Oo foram presos no curso de suas reportagens sobre um massacre de 10 homens Rohingya e meninos em Inn Din. Eles foram condenados a sete anos de prisão Yangon em setembro, e passaram 490 dias na cadeia. A atribuição do Prémio a Reuters, o comitê Pulitzer reconheceu a equipe de “habilmente expondo as unidades militares e moradores budistas responsáveis pela expulsão sistemática e assassinato de Rohingya muçulmanos de Mianmar, a cobertura corajosa que aterraram seus repórteres na prisão.”

Reuters fotógrafos Mike Blake, Lucy Nicholson, Loren Elliott, Edgard Garrido, Adrees Latif, Goran Tomasevic, Kim Kyung Hoon, Alkis Konstantinidis, Carlos Garcia Rawlins, Carlos Barria e Ueslei Marcelino foram reconhecidos na categoria Breaking News Fotografia, por suas fotos do migração em massa de sul-americanos em direção à fronteira com os EUA e Central, e suas consequências. A atribuição do Prémio a Reuters, o comitê Pulitzer reconheceu a equipe de “uma narrativa visual vívida e surpreendente da urgência, o desespero ea tristeza de migrantes como eles viajaram para os EUA da América Central e do Sul.”

“Enquanto é gratificante ser reconhecido pelo trabalho, a atenção do público deve ser focado mais nas pessoas sobre quem relatar que em nós: neste caso, o Rohingya e os migrantes da América Central”, disse à Reuters o editor-chefe Stephen J . Adler.

“Estou muito feliz que Wa Lone e Kyaw Soe Oo e seus colegas foram reconhecidos por sua extraordinária cobertura, corajoso e nossos fotojornalistas para sua imagens em movimento que mostram a humanidade desafiando obstáculos enormes”, disse Adler. “Continuo profundamente angustiado, no entanto, que os nossos bravos repórteres Wa solitários e Kyaw Soe Oo ainda estão atrás das grades apenas para relatar a verdade.”

Reuters
Reuters, as notícias e mídia divisão da Thomson Reuters, é a maior do mundo provedor de notícias multimídia, atingindo milhares de milhões de pessoas todos os dias. Reuters fornece negócios confiável, financeiro, notícia nacional e internacional para profissionais através de desktops, as organizações de mídia do mundo e directamente aos consumidores a Reuters.com e via TV Reuters. Siga notícias sobre Reuters na @ReutersPR.

Fonte:Reuters

Be the first to comment

Leave a Reply

Seu e-mail não será divulgado


*


%d blogueiros gostam disto: