Projeto de lei que suspende cobrança de empréstimo consignado de servidores públicos é aprovado na CCJ

Foto: Assessoria de Imprensa

O projeto de lei que suspende a cobrança de empréstimo consignado de servidores públicos de Goiás foi aprovado, na tarde desta terça-feira (19), em sessão remota da Comissão de Constituição de Justiça (CCJ). A propositura, de autoria da deputada Lêda Borges (PSDB), pretende aliviar as contas da população afetada pela pandemia do novo coronavírus.

A proposta é que os valores das mensalidades não sejam descontados da folha de pagamento por 60 dias. A parlamentar lembra que as instituições bancárias já anunciaram a suspensão de dívidas das pessoas físicas e jurídicas por dois meses. A ideia, segundo ela, é ajudar a economia brasileira neste período de quarentena e pandemia.

“É uma medida que não afeta a receita do Estado e dá maior tranquilidade aos servidores, os quais poderão fazer uma reserva em caso de eventuais atrasos em seus pagamentos”, ressaltou.

Da Assessoria de Imprensa

Please follow and like us:

Be the first to comment

Leave a Reply

Seu e-mail não será divulgado


*


error

Enjoy this blog? Please spread the word :)

Facebook
Twitter
Instagram
%d blogueiros gostam disto: