PIRÂMIDE ETÁRIA Brasília será uma cidade de idosos, com menos jovens em 2030

Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

Carolina Paiva, Edição

A população do Distrito Federal em 2030 será de 3,4 milhões de habitantes com o crescimento dos idosos (pessoas com mais de 60 anos) e diminuição dos jovens (menos de 15 anos). É o que prevê a pesquisa demográfica da Companhia de Desenvolvimento do DF (Codeplan) divulgada nessa quarta-feira (11).

Hoje a quantidade de brasilienses é estimada em 2,97 milhões — o aumento será de 430 mil. Mas, segundo o levantamento da Codeplan, será em ritmo menor no estudo analisado entre 2010 e 2030. A taxa de crescimento anual passará de 1,54% para 0,98%.

O impacto disso será o envelhecimento da população. Em 2010, os idosos representavam 7,6%. Em 2030, o índice mais que dobrará e chegará a 16,6%. Enquanto isso, a faixa etária de jovens cairá de 24,7% para 17,5%.

Para a diretora de Estudos e Políticas Sociais da Codeplan, Ana Maria Nogales Vasconcelos, essa mudança segue a tendência nacional. “As famílias estão diminuindo os números de filhos. Com isso, tem caído a taxa de natalidade, ao mesmo tempo que a população está vivendo mais.”

A transformação na pirâmide etária, de acordo com Ana Maria, vai exigir que o governo melhore as políticas públicas para idosos. O estudo mostra, acrescenta a diretora, que a população acima de 60 anos não está só no Lago Sul e na Asa Sul, mas também em grande número em Ceilândia e em Taguatinga.

Notibras

Be the first to comment

Leave a Reply

Seu e-mail não será divulgado


*


%d blogueiros gostam disto: