MESTRE EM FILOSOFIA Professor do Exército vai ser próximo ministro da Educação

Foto/Reprodução
Antônio Albuquerque

Acabou a polêmica sobre quem vai ocupar o Ministério da Educação no próximo governo. Será o professor colombiano (radicado há muitos anos no Brasil e naturalizado brasileiro) Ricardo Vélez Rodriguez. O anúncio foi feito pelo presidente eleito Jair Bolsonaro na noite desta quinta, 22, por meio de sua conta no Twitter.

O futuro ministro foi descrito pelo próximo presidente como autor de mais de 30 obras professor emérito da Escola de Comando e Estado Maior do Exército.

“Vélez é professor de Filosofia, mestre em Pensamento Brasileiro pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro, doutor em Pensamento Luso-Brasileiro pela Universidade Gama Filho e pós-Doutor pelo Centro de Pesquisas Políticas Raymond Aron, de Paris, com ampla experiência docente e gestora”, postou Bolsonaro.

Há duas semanas, uma postagem de Vélez Rodriguez em seu blog passou despercebida. “Fui indicado para compor a equipe do futuro governo’, disse.

“Amigos, escrevo como docente que, através das vozes de algumas pessoas ligadas à educação e à cultura (dentre as quais se destaca o professor e amigo Olavo de Carvalho), fui indicado para a possível escolha, pelo Senhor Presidente eleito Jair Bolsonaro, como ministro da Educação”, publicou Vélez Rodriguez.

E acrescentou: “Aceitei a indicação movido unicamente por um motivo: tornar realidade, no terreno do MEC, a proposta de governo externada pelo candidato Jair Bolsonaro, de ‘Mais Brasil, menos Brasília’”.

Notibras

Be the first to comment

Leave a Reply

Seu e-mail não será divulgado


*


%d blogueiros gostam disto: