Leia na Coluna Planalto Central / DF nos trilhos: Ibaneis importando soluções

Arte/TH

O governador eleito do Distrito Federal, Ibaneis Rocha e o futuro presidente da Companhia do Metropolitano do Distrito Federal (Metrô-DF), o deputado Wellington Luiz, foram a São Paulo para experimentar as soluções implementadas no maior sistema do país e levar algumas para Brasília.

Foto: Divulgação

Ibaneis vez um convite especial a um amigo de longas datas, o jornalista Mino Pedrosa acompanhou o chefe do executivo na viagem.

Segundo o governador, o objetivo é estudar “o melhor modelo para Brasília e colocar em prática um serviço moderno e eficiente de transporte público”.

O governador embarcou na estação Vila Sonia e desceu na estação Paulista, onde trocou de linha e seguiu pela linha 5 até o aeroporto.

A expectativa é de que a experiência seja utilizada para melhorar o serviço na capital federal, que constantemente é alvo de críticas dos usuários.

Advogado Everardo Gueiros Filho é anunciado secretário de Cidadania do DF

Foto: Divulgação

O advogado Everardo Gueiros Filho foi anunciado como futuro secretário de Cidadania, no governo de Ibaneis Rocha (MDB). Na gestão do próximo governador eleito, a pasta de Cidadania será desvinculada da Secretaria de Justiça, como é organizada atualmente.

Gueiros se formou em Direito pela Universidade Católica de Pernambuco; é pós-doutor em Ciências Sociais pela Universidade de Buenos Aires, na Argentina. Até maio deste ano, o advogado ocupava o cargo de desembargador do Tribunal Regional Eleitora do Distrito Federal (TRE-DF).

Desde 2000, o futuro chefe da Secretaria de Cidadania do DF é sócio de um escritório de advocacia na capital, especializado em direito administrativo, penal e trabalhista.

Conheça os outros secretários do governo de Ibaneis Rocha:

– Adão Cândido (Cultura);
– Aldemário Araújo Coutinho (Desenvolvimento);
– Anderson Torres (Segurança Pública);
– André Clemente (Fazenda);
– Dilson Resende (Agricultura);
– Ericka Filippelli (Mulher);
– Eumar Novacki (Casa Civil);
– Gilvan Máximo (Ciência e Tecnologia);
– Gustavo Rocha (Justiça);
– Izidio Santos (Obras);
– João Pedro Ferraz (Trabalho);
– Leandro Cruz (Esporte);
– Laerte Bessa (Gabinete de Segurança Institucional);
– Léo Bijos (Juventude);
– Ludmila Galvão (Procuradoria-Geral);
– Mateus Oliveira (Habitação);
– Osnei Okumoto (Saúde);
– Pedro Rodrigues (Relações Internacionais);
– Rafael Parente (Educação);
– Ruy Coutinho (Desenvolvimento Econômico);
– Sarney Filho (Meio Ambiente);
– Vitor Paulo (Relações Institucionais);
– Weligton Luiz Moraes (Comunicação).

Fonte: Diário do Poder

Be the first to comment

Leave a Reply

Seu e-mail não será divulgado


*


%d blogueiros gostam disto: