Justiça determina transferência de Paulo Maluf para o presídio da Papuda

O deputado Paulo Maluf estava preso na Polícia Federal em São Paulo

Foto: Rovena Rosa/Arquivo/Agência Brasil

No fim da tarde, de quarta-feira (20/12), o Juiz responsável pela Vara de Execuções Penais, Bruno Aielo, determinou a transferência imediata do
deputado federal Paulo Malufpara a sede da Policia Federal, em Brasilia e, posteriormente, para o Presídio da Papuda. A Polícia Federal informou que ainda não foi notificada da decisão do Juíz e que, por isso, ainda não há previsão de quando o ex-governador e ex-prefeito de São Paulo
será transferido.

Advogados de Paulo Maluf entraram com pedido de prisão domiciliar na Vara de Execuções Penais, alegando que ele precisa de tratamento para
câncer de próstata. Mas, o juiz postergou a decisão, falando que irá ouvir o Ministério Público antes de decidir sobre o pedido da defesa.
Maluf foi preso em decisão monocrática do ministro do Supremo Tribunal Federal, Edson Fachin, que determinou que ele começasse a cumprir a
pena de 7 anos e 9 meses por corrupção e desvios de recursos na época em que foi prefeito em São Paulo, entre 1990 e 1994. Maluf se apresentou às 9 horas da manhã na sede da Polícia Federal em São Paulo, logo depois, saiu para o IML para fazer exame de corpo de delito e às 12 horas retornou para a Polícia Federal.

Em nota, o advogado de Paulo Maluf, Antonio Castro, o Kakay, disse considerar a decisão da Vara de Execuções Penais positiva, pois o bloco 5 da Papuda tem condições razoáveis, é melhor do que o sistema prisional paulista e que ele estará bem alojado até a definição da prisão domiciliar.
A defesa do deputado ainda informou, no começo da noite, que entrou com novo recurso junto ao STF pedindo a suspensão da decisão de Edson Fachin.

Be the first to comment

Leave a Reply

Seu e-mail não será divulgado


*


%d blogueiros gostam disto: