ILUMINAÇÃO DA ENTRADA DA CIDADE: POR QUE DEMOROU PARA ACONTECER?

Uma das principais obras do município vai ser entregue à população ainda nesta semana

POR FELIPE CHIAVEGATTO

AssCom / Prefeitura de Cidade Ocidental – GO

Depois de mais de 40 anos de espera, a iluminação da entrada de Cidade Ocidental será, finalmente, entregue à população. Uma das maiores reivindicações dos moradores se tornou o principal compromisso da atual gestão, com compromisso firmado ainda na campanha de 2016.

Idas e vindas marcaram a obra, iniciada pelo Governo do Estado, ainda em 2016. Na época, a ex-prefeita Giselle Araújo recebeu os primeiros postes para a instalação da iluminação do local, das mãos do então governador, Marconi Perillo.

O projeto inicial previu postes de concreto, que foram adquiridos pelo governo de Goiás e postos a serviço da empresa que faria a obra. Houve, neste momento, um imbróglio estrutural e de engenharia.

FIBRA ÓPTICA NO CAMINHO

Membros do antigo governo lembram que a empresa vencedora da licitação se surpreendeu ao saber que ao longo da via corriam cabos subterrâneos de fibra óptica que alimentavam boa parte da rede de internet da cidade.

Desta forma, a obra não poderia continuar até os modelos de postes fossem trocados. No caso de postes de concreto é necessária uma vala mais profunda para a sua instalação, o que possivelmente danificaria toda a rede de fibra óptica da cidade. A solução será a troca dos postes já adquiridos pelo governo estadual por postes de alumínio, mais leves e com instalação mais simples.

Aditivar o contrato, ou seja, solicitar ao estado mais prazo e verba para o andamento da obra, era a única solução. Postes de alumínio podem ser até três vezes mais caros do que os convencionais e, devido à troca e modificações no projeto, o prazo para a entrega da iluminação era impossível de ser cumprido.

GOVERNO ANTERIOR PARALISOU OBRA

Com as eleições municipais, a obra foi inviabilizada, já que o aditivo demorou para ser aprovado e o Governo Giselle Araújo chegou ao fim sem finalizar nem ao menos a metade da iluminação da entrada da cidade.

Ao assumir o novo governo, o prefeito Fábio Correa foi ao encontro do governo do estado. No Palácio Pedro Ludovico, sede do governo estadual, o prefeito explicou as idas e vindas da obra e conseguiu a retomada, primeiramente com a troca dos postes de concreto pelos de alumínio.

Novos postes instalados com a devida proteção da rede de fibra óptica, prazo da obra estendido para a sua conclusão. Parecia que tudo se encaminharia para ser resolvido ainda no ano seguinte, em 2018. Mas, a troca do governo estadual colocou novas reticências ao sonhado projeto.

GOVERNO NO ESTADO X ENEL

Mais uma vez, o prefeito Fábio Correa visita o governo do estado, desta vez, comandado por Ronaldo Caiado. O histórico da obra foi lembrado e a Secretaria de Infraestrutura do Estado, a Goinfra, liberou uma ordem de serviço para a obra para ser retomada ainda em 2018.

Havia um porém. No período que antecedeu a entrada de Caiado no governo estadual, a Companhia de Energia Elétrica de Goiás (CELG) foi privatizada. O grupo Enel, que assumiu as operações, cobrava uma dívida astronômica do estado. Segundo a empresa, enquanto a dívida não fosse paga não seriam liberados novos investimentos em energia elétrica, entre eles, a liberação de carga para a ligação da iluminação da entrada da cidade.

Passaram-se pelo menos quatro meses até que a Enel liberasse a carga para a continuidade da obra. Tudo já estava pronto: postes plantados e lâmpadas aguardavam serem acesas. Para finalizar a benfeitoria, seriam necessários ainda a instalação de transformadores para garantir a integridade do sistema.

Demorou mais três meses para que os equipamentos finalmente fossem adquiridos e entregues pela Enel ao município de Cidade Ocidental. Até aí, já chegava o fim de 2019.

A RETOMADA ACONTECE

Please follow and like us:

Be the first to comment

Leave a Reply

Seu e-mail não será divulgado


*


error

Enjoy this blog? Please spread the word :)

Facebook
Twitter
Instagram
%d blogueiros gostam disto: