GDF reabre cadastro para o programa Renda Emergencial

Foto:Divulgação

Beneficiários devem confirmar os dados de 8 a 14 de junho. Pagamento de R$ 408 começa no dia 22

AGÊNCIA BRASÍLIA | EDIÇÃO: MÔNICA PEDROSO
O Governo do Distrito Federal (GDF) reabre o cadastro para recebimento do benefício do programa Renda Emergencial. Os beneficiários vão poder confirmar, de 8 a 14 de junho, os dados para a receber o auxílio no valor de R$ 408. Coordenado pela Secretaria de Desenvolvimento Social (Sedes) e operacionalizado pelo Banco de Brasília (BRB), o programa foi criado com o objetivo de auxiliar as famílias em situação de vulnerabilidade social neste período da pandemia do novo coronavírus.

“A nossa previsão sempre foi alcançar as 28 mil famílias para receberem o Renda Emergencial, sendo nosso público mais vulnerável. Atingimos 5.561 beneficiários, que já até retiraram os seus cartões. Agora, vamos reabrir o cadastro, reunindo esforços com o BRB, para avançar até o limite de beneficiários estabelecido pelo programa”, explica a secretária de Desenvolvimento Social, Mayara Noronha Rocha.

O BRB irá disponibilizar, a partir das 8h da próxima segunda-feira (8), o site e o telefone para confirmação do direito de acesso ao Renda Emergencial. Os beneficiários devem acessar o endereço eletrônico www.rendaemergencial.brb.com.br até 23h59 do dia 14 ou ligar para a central telefônica (30298499), das 8h às 20h, inclusive ao final de semana, para confirmar o cadastro.

Os cartões serão entregues já com o crédito, entre os dias 22 de junho e 1º de julho, nas agências do BRB, conforme agendamento previamente informado ao beneficiário no momento do cadastro, de modo a evitar filas e aglomerações. O BRB vai utilizar o endereço da família para definir o local de retirada do cartão, sempre procurando identificar uma agência mais próxima possível da residência do cidadão.

Benefício

O Renda Emergencial consiste na transferência de renda direta do governo do Distrito Federal às famílias, aquelas cuja renda familiar mensal per capita seja de até 1⁄2 salário mínimo (R$ 522,50). O programa garante R$ 408 aos beneficiários durante período de 60 dias, podendo ser prorrogado por mais um mês.

O beneficiário pode optar pelo saque do recurso ou utilizar o cartão em qualquer estabelecimento comercial do Distrito Federal.

A lista com os nomes dos beneficiários foi elaborada pela Secretaria de Desenvolvimento Social, responsável pela gestão do programa. E todos os beneficiários já passaram ou passam pelo atendimento nas unidades socioassistenciais no DF, estando, assim, cadastradas no Sistema Integrado de Desenvolvimento Social (SIDS) da Sedes.

Têm direito ao benefício, pessoas que não fazem parte dos programas Bolsa Família, DF sem Miséria, Bolsa Alfa, BPC e o Auxílio Emergencial do governo federal. O Renda Emergencial foi instituído em enfrentamento da emergência de saúde pública, de importância internacional, decorrente da doença do coronavírus.

Com informações da Sedes

Please follow and like us:

Be the first to comment

Leave a Reply

Seu e-mail não será divulgado


*


error

Enjoy this blog? Please spread the word :)

Facebook
Twitter
Instagram
%d blogueiros gostam disto: