Força-tarefa de combate à dengue atuará em mais 10 regiões

Durante a inspeção nas residências, os agentes orientam moradores a esvaziar todos os recipientes que podem servir de criadouros do mosquito transmissor da doença | Foto: Breno Esaki / SES

Mobilização ocorrerá neste sábado (18) e, a partir de segunda-feira (20), também ocupará outros dias da semana

AGÊNCIA BRASÍLIA *

Em meio à pandemia de coronavírus, as ações de combate ao mosquito da dengue não param no Distrito Federal. Neste sábado (18), a força-tarefa para eliminar focos do Aedes aegypti atuará nas regiões de São Sebastião, Sobradinho I e II, Fercal, Gama, Santa Maria, Guará, Núcleo Bandeirante, Vicente Pires e Ceilândia.

As ações ocorrerão das 8h às 14h. A concentração será nas administrações regionais, porém, será mantido o distanciamento social como medida de segurança contra o coronavírus.

Mobilização geral

O objetivo é mobilizar a população e órgãos públicos para as ações de enfrentamento da doença. Além de orientar, nas vistorias às residências, sobre as formas de combater o mosquito transmissor da dengue, a iniciativa também inclui orientações sobre como enfrentar a Covid-19.

“Essas regiões têm apresentado uma incidência crescente de casos de dengue, por isso foram as escolhidas para a ação”, explica o subsecretário de Vigilância em Saúde, Eduardo Hage. “Será uma megaoperação, com 33 viaturas da Vigilância Ambiental, 376 agentes de saúde e o apoio do Corpo de Bombeiros.”

A mobilização contará com o trabalho de 250 bombeiros militares, que atuarão em 13 viaturas. Também serão utilizados 11 aparelhos de Ultra Baixo Volume (UBV), além e três UBVs costais, que passarão pelos locais com maior incidência do mosquito.

Reforço

Para reforçar os trabalhos, o Departamento de Estradas de Rodagem do Distrito Federal (DER) passou a integrar a mobilização contra o mosquito. Seis analistas de fiscalização do órgão farão inspeções nas rodovias para localizar possíveis focos do Aedes aegypti em entulhos, lixo e carcaças colocados à margem das estradas.

Serão inspecionadas rodovias em São Sebastião (DF-463m DF-473 e DF-135), Gama (DF-480, DF-475, DF-483, DF-290, DF-180, VC-385 e VC-379), Santa Maria (DF-483,VC-371 e DF-495) e Ceilândia (DF-459).

Ações semanais

Essa será a última mobilização realizada em um sábado. “Depois dessa força-tarefa, vamos trabalhar com ações de mutirão durante a semana, pactuadas com os órgãos parceiros no combate à dengue”, informou o gerente da Vigilância Ambiental de Vetores e Animais Peçonhentos e Ações de Campo, Reginaldo Braga.

As demais ações promovidas pela Sala Distrital de Combate à Dengue incluem a utilização de drones e helicópteros para verificação de terrenos com edificações fechadas ou abandonadas. Além da retirada de carros abandonados pelas ruas de todo o DF, o carro do fumacê percorre regiões administrativas diariamente, durante a madrugada (das 5h30 às 9h30) e no final do dia (das 17h30 às 21h30).

Registros de casos

De acordo com o último boletim epidemiológico divulgado pela Secretaria de Saúde (SES), foram notificados 18.191 casos prováveis de dengue até o momento.

Em 2020, houve um aumento de 63,75% no número de ocorrências, quando comparado ao mesmo período de 2019, quando foram registrados 11.109 casos prováveis. Neste ano, ocorreram 11 óbitos devido à dengue, contra 12 registrados em 2019.

Participar é preciso

O engajamento da população também é fundamental no combate ao Aedes aegypti. A principal forma de se prevenir contra as doenças transmitidas pelo mosquito é manter o monitoramento constante nas residências, sempre buscando evitar água parada e a proliferação do inseto.

Confira, abaixo, algumas dicas importantes:

  • Mantenha caixas d’água, tonéis e barris de água tampados;
  • Mantenha garrafas de vidro ou plástico sempre com a boca para baixo;
  • Encha, com areia até a borda, os pratinhos ou vasos de planta;
  • Limpe as calhas com frequência, evitando que galhos e folhas impeçam a passagem da água;
  • Em caso de identificação de focos do mosquito, acione a Vigilância Ambiental pelo telefone 160.

* Com informações da SES

Please follow and like us:

Be the first to comment

Leave a Reply

Seu e-mail não será divulgado


*


error

Enjoy this blog? Please spread the word :)

Facebook
Twitter
Instagram
%d blogueiros gostam disto: