EDUCAÇÃO: Pitágoras amplia acesso ao ensino superior para quem está em busca de recolocação profissional

Foto:Divulgação

Faculdade Pitágoras de Teresina lança Bolsa Inclusão Social que isenta parte das mensalidades e aumenta as possibilidades de retorno ao mercado de trabalho

Na missão de ajudar na empregabilidade e redução do desemprego no Brasil, a Faculdade Pitágoras de Teresina apoiará quem está em busca de trabalho e aposta no ensino superior para garantir uma formação de qualidade. Até o dia 30 de setembro, quem não estiver trabalhando formalmente pode contar com a Bolsa Inclusão que isenta o estudante de, no mínimo, duas mensalidades do curso. As vagas são limitadas e a iniciativa contempla formações nas modalidades presencial ou EAD, mediante taxa de matrícula no valor a partir de R$ 59, com exceção dos cursos de Medicina, Medicina Veterinária, Odontologia e Direito.

O benefício da Bolsa Inclusão Social poderá ser ampliado caso o interessado indique a instituição para outras pessoas que se matriculem a partir dessa recomendação. Nesses casos, o aluno que fez a indicação é isento do pagamento das mensalidades até o final do ano.

A Bolsa Inclusão Social foi criada para incentivar quem está em busca de recolocação. “Uma vez dentro da instituição de ensino, as condições de voltar ao mercado aumentam exponencialmente. Além de capacitar o aluno por meio de um ensino de qualidade, temos ferramentas de network importantíssimas, como o Canal Conecta, em que empresas ofertam vagas no nosso portal de empregabilidade exclusivo para os estudantes da Pitágoras”, afirma o diretor da Faculdade Pitágoras de Teresina, Loianne Magalhães.

Segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) referentes ao segundo trimestre de 2019, atualmente há 12,8 milhões de pessoas sem emprego no país. Já a Associação Brasileira das Mantenedoras de Ensino Superior (ABMES) apontou, em seu último estudo divulgado no final de 2018, que 40% dos brasileiros precisam de apoio para pagar a mensalidade e que, para 24%, o acesso ao ensino superior só é viável por meio de descontos, bolsas de estudo ou financiamento.

Como participar

Para garantir o benefício, o interessado precisará apresentar a Carteira de Trabalho para comprovar que teve, ao menos, um vínculo empregatício anterior e que está momentaneamente desempregado. Outros documentos exigidos são: histórico escolar, CPF e documento original com foto.

Para mais informações sobre o programa, entre em contato com a instituição pelo WhatsApp (86) 99955-7534 ou (86) 99921-5276; pelos e-mails luciana.saffnauer@icf.edu.br e luane.s.santos@icf.edu.br  ou direto na unidade, localizada na Rua Napoleão Lima, 1175, Jóquei, Teresina.

Be the first to comment

Leave a Reply

Seu e-mail não será divulgado


*


%d blogueiros gostam disto: