DÉFICIT Andrés admite que Corinthians exagerou em contratações

Foto: Gustavo Bezerra / PT na Câmara

Com déficit recorde, Andrés disse que o clube exagerou em contratações na temporada 2019

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) – Diante do maior déficit da história do Corinthians -R$ 177 milhões-, o presidente do clube, Andrés Sanchez, admitiu que o clube alvinegro exagerou no número de contratações na temporada 2019. O mandatário disse que a postura talvez tenha sido o maior erro da sua atual gestão.

“O problema é que em 2018 não contratamos quase ninguém. Em 2019 talvez exageramos na quantidade, até porque veio o Fábio [Carille], com mentalidade diferente, queria outros jogadores. Só o Marllon não foi indicação dele, o restante foi indicação do treinador”, afirmou Andrés em uma entrevista por vídeo ao site Meu Timão.

“É o projeto que se faz, alguns jogadores não renderam até agora o que a gente esperava, mas pode ser que rendam daqui para frente. Faz parte do futebol, nem tido pode acertar, acho que exageramos ano passado”, completou o presidente do Corinthians.

Andrés ainda frisou que o resultado ruim nas contas de 2019 está ligado à diminuição das receitas com vendas de jogadores. “Time de futebol que não vender jogador dificilmente fecha com superávit. Nos últimos anos, o clube vendeu em média R$ 120 milhões, R$ 130 milhões por ano. Ano passado foi R$ 40 milhões, R$ 45 milhões”, disse.

O mandatário disse que a saída para o Corinthians é parar de contratar atletas ao ser questionado se a saída para acertar as contas e montar elencos mais modestos.

“Pode ser isso. E vender dois ou três jogadores. Se contrata, fica caro, contratou errado. Se não contrata, é desmanche. Tudo o que eu fizer é errado”, ironizou o dirigente, que em seguida disse que o Corinthians seguirá de olho no mercado. “Está sempre aberto.”

N.M.

Please follow and like us:

Be the first to comment

Leave a Reply

Seu e-mail não será divulgado


*


error

Enjoy this blog? Please spread the word :)

Facebook
Twitter
Instagram
%d blogueiros gostam disto: