Bolsonaro acata plano de volta às aulas de Ibaneis, primeiramente com ensino médio

Foto: Divulgação

No entanto, a volta dos estudantes às escolas ainda demorará, pelo menos, dez dias. Esse prazo foi o acordado para as secretarias de Educação e Saúde levantar todos os detalhes referentes ao impacto da reabertura dos estabelecimentos de ensino na vida dos jovens, com cautela.

No Palácio do Planalto, o governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha, em entrevista coletiva, nesta quarta-feira (22), afirmou que juntamente com o presidente Jair Bolsonaro, tratou da reabertura das escolas.

“O nosso compromisso, meu e do presidente da República, é bom que se entenda isso, foi no sentido de fazermos um estudo para reabrir as escolas”, declarou.

Ibaneis informou o governo federal ser responsável pelas escolas militares. Ele explicou que de início o GDF ficou de cuidar das escolas cívico-militares.

O governador explicou que tem mantido contato tanto com os técnicos da saúde quando da educação.

“Observando outros modelos que foram bem sucedidos no mundo, como é o caso da Alemanha, sem querer fazer comparativo do Brasil com a Alemanha, mas a reabertura pelas idades mais avançadas no caso o ensino médio tem-se mostrado mais efetivo.”

Segundo Ibaneis, as  crianças da faixa etária do ensino médio são mais maduras. Elas aderem mais, facilmente, os objetivos de higienização, utilização de máscaras, segundo o governador. “Demos um prazo de 10 dias para as secretarias de Educação e da Saúde para fazer um cronograma de reabertura das escolas a partir do ensino médio”, complementou.

Please follow and like us:

Be the first to comment

Leave a Reply

Seu e-mail não será divulgado


*


error

Enjoy this blog? Please spread the word :)

Facebook
Twitter
Instagram
%d blogueiros gostam disto: